Osteoporose

Osteoporose

A osteoporose, como principal causa de diminuição da resistência óssea, causa anualmente, em Portugal, 40 mil fracturas, das quais 8.500 do fémur proximal.

 

O que é a osteoporose?

É uma doença que atinge o esqueleto que se caracteriza por diminuição da massa óssea com consequente diminuição da resistência óssea com aumento do risco de fracturas.

 

Quais são os principais sintomas?

- Fracturas com pequenos traumatismos (especialmente das vértebras, anca e punho);
- Perda de altura superior a 2,5 cm;
- Aparecimento de corcunda ou ombros descaídos para a frente;
- Dor nas costas, súbita, intensa e inexplicável.

 

Como se diagnostica?

O diagnóstico é feito através de osteodensitometria que permite identificar e quantificar o risco de fractura.

 

Prevenção / Tratamento

Uma vez instalada, não há tratamento definitivo para a osteoporose; apenas é possível preveni-la e atrasar a sua progressão.

Ingestão de cálcio em quantidade adequada (o cálcio não é sintetizado pelo nosso organismo, pelo que todo ele vem da alimentação ou de suplementos); no idoso a absorção intestinal de cálcio está diminuída pelo que é necessário aumentar a ingestão (necessidade diária de cálcio depois dos 65 anos - 1500 mg): leite e derivados, suplementos de cálcio.

Cuidados posturais: Exercício físico (3 sessões semanais de 30 minutos, de exercícios que fortaleçam a musculatura da coluna, tórax, ombros e abdominais).

Prevenir as quedas: Terapêutica farmacológica:
- Suplementos de cálcio e vitamina D;
- Fármacos que aumentam a fixação de cálcio no osso.

 

Declaração do Rio de Janeiro sobre Prevenção de UPP, 2011

"As úlceras de pressão são um grave problema de saúde pública que afecta a vida de milhões de pessoas no mundo, deteriorando a sua saúde, qualidade de vida e que pode conduzir à incapacidade e à morte."

 

Através da implementação de medidas preventivas, considera-se, actualmente, que a maioria das UPP são evitáveis, sendo considerado um indicador de qualidade dos cuidados de saúde prestados à população.

A prevenção das UPP baseia-se em dois pilares fundamentais: identificação do risco, com recurso a um instrumento de avaliação (Escala de Braden) que permite quantificar o risco de um doente desenvolver UPP; e através da observação cuidadosa da pele e implementação de medidas preventivas adaptadas a esse mesmo risco.

 

Factores de Risco Não Modificáveis

- Sexo feminino
- Idade >65 anos
- Raça caucasiana ou asiática
- História familiar de fractura
- Pequena estatura
- Magreza excessiva

Factores de Risco Modificáveis

- Dieta pobre em cálcio
Tabagismo
Vida sedentária
Doenças (ex. insuficiência renal)
Fármacos (ex. cortisona)
Imobilização
Consumo excessivo de álcool
Menopausa precoce

Dr.ª Catarina Pereira
Dr.ª Catarina Pereira
Especialista de Medicina Interna

A Amera foi fundada em 2004, na Quinta da Torre d´Aguilha, em Carcavelos, onde estabeleceu a sua primeira residência. Em 2012 inaugura a segunda unidade, em Faro, e, em 2025, planeia nova abertura, no Estoril.

Clean & Safe

Livro de Reclamações

Carcavelos

Email: info(@)amera.com.pt

Telefone: (+351) 214 447 530

Morada: Seminário da Torre d’Aguilha 2785-599 S. Domingos de Rana

Faro

Email: info(@)amera.com.pt

Telefone: (+351) 289 803 747

Morada: Rua Natália Correia, nº 7 8005-143 Faro